26 de out de 2011

Doze horas de arte e cultura no SESC


Nove dias de programação cultural é muito pouco para os amantes das artes visuais, cinema, teatro, literatura, música. Para deixar um gosto de “quero mais” no público maranhense, a 6ª Mostra SESC Guajajara de Artes será encerrada, mais uma vez, com uma overdose de cultura. A Mostra será encerrada em São Luís com nada menos que 12 horas seguidas de apresentações culturais e shows musicais. O Over 12h acontece sexta, 28, a partir das 12h, no SESC Deodoro (Centro).

A programação começa com a apresentação “MO VER-SE”, feita pelo coletivo de artistas. Em seguida o público vai conferir o espetáculo “2/1” com os atores Donny Santos (MA) e Tatiana Lodovici (SP). O Teatro de Cordel será apresentado logo depois, sob o comando de Arly Arnaud, que conta e canta histórias em forma de cordel, dando ação à palavra rimada que, aliada à graça e dinâmica do ritmo, mantém vivo o interesse no espetáculo, da primeira ao último verso, interagindo com o público e mostrando um pouco da arte do cordel, tão comum na cultura popular nordestina.

Às 15h é a vez da Cia. Paralaxe de Dança-Teatro interpretar “Antropofagia”, baseada no Manifesto Antropófago de Oswald de Andrade. Cássia Pires encena “Cemitério de Espumas” logo depois, antecedendo a performance de Cris Campos e Lauande Aires em “O Crime da Baronesa”.

A partir das 20h, o palco do SESC será ocupado pelo talento das cantoras maranhenses Célia Maria e Dicy Rocha, além da discotecagem da Rádio Zion. O DJ Pedro Sobrinho comanda a festa às 22h, anunciando a chegada do carioca Marcelinho da Lua nas pick ups. Para quem não conhece o som dos Djs da noite, vale a pena conferir a personalidade - seja tocando bossa nova, jazzy, coco, mina do Maranhão, indie-rock, música ucraniana, africana, cubana, cumbia colombiana - do DJ Pedro Sobrinho.

A grande expectativa da noite, o DJ Marcelinho da Lua, promete explorar o Samba, o Afrosamba, a Bossa Nova, o Carimbó, o Maracatu, o Mangue Beat e todos os outros estilos musicais que o Brasil oferece. Além das próprias criações, Marcelinho da Lua mostrará mais da sua musica eletrônica com remixes de Orlandivo (no álbum Sambaflex), Paralamas do Sucesso (no álbum Hoje), Hyldon - “Na Rua, na Chuva, na Fazenda (Casinha de Sapê)” e “As Dores do Mundo”, “Que Baque é Esse?”, de Lenine, na voz da Daniela Mercury.

Paralelamente aos shows musicais, o SESC Deodoro será palco de performances e intervenções artísticas até às 00h. Para comandar as performances e intervenções foram convidados os artistas Donny dos Santos (MA), Tatiana Lodovici (SP), Wilson Chagas (MA), Urias de Oliveira/MA (“Contos Africanos”) e Josué Redentor/MA (“Sempre fica um cheiro”).

Durante o último dia da Mostra estarão sendo recebidas as doações de 1 quilo de alimento não-perecível, que serão trocados pelos ingressos das apresentações que acontecerem em espaços fechados. Os alimentos arrecadados serão encaminhados às entidades beneficentes atendidas pelo Programa Mesa Brasil SESC.

Confira a programação completa do Over 12h:

PROGRAMAÇÃO OVER12h
Local: SESC Deodoro

12h “MO.VER-SE” – Coletivo de artistas (Antunes Neto)
13h “2/1” – Donny dos Santos/MA e Tatiana Lodovici/SP
14h Teatro de Cordel – Arly Arnaud
15h “Antropofagia” – Cia. Paralaxe de Dança-Teatro
16h “Cemitério de Espumas” – Cássia Pires
17h “O Crime da Baronesa” – Cris Campos e Lauande Aires/MA
18h


Performances e intervenções das 21h às 00h
1. Donny dos Santos/MA
2. Tatiana Lodovici/SP
3. Wilson Chagas/MA
4. “Contos Africanos” - Urias de Oliveira/MA
5. “Sempre fica um cheiro” - Josué Redentor/MA
Programação Musical

20h – Célia Maria/MA
21h – Dicy Rocha e Rádio Zion/MA
22h –22h – DJ Pedro Sobrinho/MA
23h – DJ Marcelinho da Lua/RJ