31 de out de 2012

Produção Artística Maranhense é destaque na programação da 7ª Mostra SESC Guajajara de Artes desta quarta-feira (31)


O teatro e a música maranhenses são destaque na programação desta quarta-feira (31) 7ª Mostra SESC Guajajara de Artes.
As atividades culturais se iniciam com as instalações artísticas de Maria de Laroche e Marlene Barros nos terminais de integração da Praia Grande e da COHAMA. Ao meio-dia, no SESC Deodoro, o Projeto Deguste Som faz um passeio musical por diversos estilos. Em seguida, se apresentam os grupos Cia Arte de Doi2/MA (Teatro Lambe Lambe “A Caixa”) e Por Trás da Cena/MA (apresentações de Dança e Teatro).
 Pela tarde, o teatro de rua invade a Praça Nauro Machado, a partir das 16h30, com “João Boa Morte: o cabra marcado para morrer” do Grupo Argumento Cênico. O espetáculo é inspirado no poema de cordel do poeta maranhense Ferreira Gullar.
Às 17h30, é a vez da peça teatral “Memorial” (Pulsar/MA). O espetáculo retrata o ambiente da II Guerra Mundial e dos contextos de conflitos e preconceitos enfrentados pelas minorias (judeus, cigano, negros e homossexuais). “Memorial” é inspirado nas homenagens de familiares e amigos às vítimas do holocausto.

 (Foto: Pulsar Cia de Dança)
No início da noite, às 18h, a mesa redonda que dá nome ao tema da Mostra, “Arte e público: suas multirrelações”, recebe os teatrólogos Clodoaldo Arruda/MT, Marcelo Flecha/MA e Raimundo Araújo/MA. O debate acontece na Sala de Vídeo do Centro de Criatividade Odylo Costa Filho. Na ocasião, serão discutidos temas como a formação de plateia, a profissionalização no mercado artístico e a função do artista como mediador entre as artes e a comunidade.
O grupo Núcleo de Pesquisas Teatrais Rascunho/MA apresenta o espetáculo “Os Siameses” no Teatro Alcione Nazareth a partir das 20h. O drama retrata a cirurgia de separação de irmãos siameses. No espetáculo, as personagens retomam as memórias da vida em conjunto e trazem à tona o tema da dificuldade humana de adaptação a mudanças.
 Às 21h, no Odeon Sabor e Arte, Camila Amorim interpreta “Amelie Von Essen”, um espetáculo intimista e monodramático, onde o público é espectador e intervém na cena, costurando as facetas da personagem. 


Às 22h, Camila Reis apresenta o show “JE NE CE PÁ”, recheado de trabalhos autorais que buscam o diálogo entre os ritmos do folclore maranhense com outros gêneros musicais. Na sequência, o grupo Afrôs explora a linguagem cênica e a sonoridade dos ritmos da cultura popular com o show “Com quantos paus se faz uma jangada” (ambas no Odeon), coroando a noite em alto estilo.


Dia 31/10 (quarta-feira)

9 h – Intervenção Artística e Instalação
Terminais de Integração: Praia Grande e Cohama

9h – Exposição Itinerante nas escolas

9h – CineSesc nas escolas

12h – Apresentação no Sesc Deodoro
1.    Projeto Deguste Som – Restaurante Sesc Deodoro
2.    Teatro Lambe Lambe “A Caixa” - Cia Arte de Doi2/MAÁrea de Vivência
3.    Performances em Dança POR TRÁS DA CENA Área de Vivência
4.    Performances em Teatro: POR TRÁS DA CENA Área de Vivência
5.    Projeto Musicar /Maiobão Área de Vivência
15h – CineSesc para escolares (exibições no Cine Praia Grande)
16h30 – Espetáculo de teatro de rua “João Boa Morte: O Cabra Marcado pra Morrer” – Grupo Argumento Cênico/MA – Praça Nauro Machado
18h – Mesa Redonda “Arte e público: suas multirrelações” – Teatro Cidade de São Luís
Participantes: Clodoaldo Arruda/MT, Marcelo Flecha/MA  e Raimundo Araújo/MA

17h30 – Espetáculo de Dança “Memorial” – Pulsar Cia. de Dança/MA – Praça Nauro Machado
20h – Espetáculo TeatralSiameses” – Núcleo de Pesquisas Teatrais Rascunho/MA - Teatro Alcione Nazareth
21h – Espetáculo teatral “Amelie Von Essen” – Carla Amorim e Gilberto Martins/MA - Odeon Sabor e Arte
22h – Show “Je Ne Ce Pá” - Camila Reis/MA – Odeon Sabor  e Arte
23h - Show “Com quantos paus se faz uma jangada”- Afrôs/MA – Odeon Sabor e Arte