20 de out de 2012

AFRÔS na 7ª Mostra Sesc Guajajara de Artes | Confira a programação completa




Criado em 2007, o Grupo Afrôs é uma banda formada por 8 músicos, cuja proposta é investir na musicalidade tradicional da região, unindo a pesquisa em ritmos percussivos às tendências e influências contemporâneas. Além disso, AFRÔS também tem uma abordagem cênico-musical sólida, um repertório com músicas inéditas, autorais e, ainda, arranjos próprios para canções de outros autores e intérpretes como João do Vale, Humberto Do Maracanã, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga e Sivuca. 

A musicalidade da banda prima pela música popular maranhense , mostrando que é possível resgatar o folclore do estado atraindo um público cada vez mais atento para a cultura e capaz de valorizar a música da região. Durante esse tempo, o grupo já trilhou palcos em diversos locais da cidade como a Praça Maria Aragão, Praça Nauro Machado, Circo da Cidade, Maloca, Odeon Sabor e Arte, Laborarte entre outros, em eventos como a IV Semana de Teatro do Maranhão, III Mostra SESC Guajajaras, Arraial da Maria Aragão, Sarau de Bailados, Dia da Mulher (Sec. De Planejamento do Estado), dentre outros.

SINOPSE DO ESPETÁCULO: 

“Uma jangada se faz com muitos paus e a muitas mãos. Mãos calejadas pelo trabalho, que carregam sonhos...mãos do estivador, do pescador, do batuqueiro. Ao fim desse labor, a jangada sai ao encontro do seu destino.” Fragmento do show - Grupo Afrôs 
O show “Com quantos paus se faz uma jangada” traz, através da música e interpretações cênicas, a relação do nordestino com o mar e, também do sentimento peregrino, daquele que vai a busca do desconhecido e dos caminhos proporcionados por essas vivências. Todo o espetáculo tem o mote da construção de uma jangada e, através dessa metáfora as músicas do grupo se apresentam como cada parte da embarcação, pois perpassam pela mistura de variados ritmos da cultura popular (tambor de mina, afoxé, maculelê, baião, côco, maracatu e etc) com a música contemporânea e do mundo.