21 de out de 2013

Palco Giratório traz quatro espetáculos a 8ª Aldeia Sesc Guajajara de Artes

Em 2013, o projeto Palco Giratório completa dezesseis anos de existência consolidando-se como o maior difusor das Artes Cênicas no Brasil com uma circulação que percorre grande parte do país privilegiando as mais diferentes formas de linguagem: diversas vertentes do teatro adulto e de rua, além de formas animadas, infantil, espetáculos de dança e circo. 
O Palco Giratório integra a Rede Sesc de intercâmbio de Difusão das Artes Cênicas e possui entre os seus objetivos promover a circulação de espetáculos, realizando trocas metodológicas de trabalho entre os grupos cênicos visitantes e locais, promovendo oficinas para profissionais iniciantes, intercâmbio com espectadores após os espetáculos e palestras de integração multidisciplinares com as programações locais. O projeto, já consolidado no cenário cultural brasileiro, leva 732 apresentações artísticas e mais de 1.200 horas de oficinas em 133 diferentes cidades – muitas delas de forma simultânea, percorrendo todos os estados brasileiros e contribuindo para uma política de descentralização e difusão das produções cênicas no país.
           A cada ano, novos grupos teatrais são avaliados para entrar no projeto. Nesta edição, 18 companhias vindas das regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste foram criteriosamente selecionadas para participar e itinerar pelo Brasil afora com seus espetáculos e manifestações artísticas. Além das apresentações principais, o evento conta com atividades paralelas junto ao público, como o Pensamento Giratório, espaço no qual são discutidos estudos culturais com a comunidade, as Aldeias, mostras locais de artes cênicas e outras manifestações culturais, além de Oficinas e Intercâmbios, encontros de grupos locais com grupos integrantes do circuito para troca de idéias.
O Sesc no Maranhão integra o conjunto dos Departamentos Regionais que realizam a gestão compartilhada deste projeto cultural o que permite a freqüência de vários espetáculos por ano na capital e no interior do Estado, contribuindo desta forma com o crescimento de ações e investimentos na área cênica da cidade. Acreditamos que esta iniciativa representa para a classe artística uma forma de capacitação e para o público em geral, potencialização da comunicação e, da expressão artística. Em 2013, pela segunda vez consecutiva uma produção maranhense circulará pelo Brasil, indicando as transformações pelas quais o cenário das Artes Cênicas do estado vem passando. A Santa Ignorância Cia. de Artes integrará o projeto com o espetáculo O Miolo da Estória, acompanhado pelas atividades formativas que o grupo dispõe em seu repertório.     
Uma inovação nesta edição é a ampliação das ações do projeto no Departamento Regional no Maranhão, através da inclusão da terceira etapa, que se realizou no mês de setembro, levando pela primeira vez o Palco Giratório para as cidades de Imperatriz e Açailândia.
Integrando a quatro etapas da circulação o Projeto apresentará os espetáculos “AMOR CONFESSO”, “O FANTÁSTICO CIRCO-TEATRO DE HOMEM SÓ”, “O MALEFÍCIO DA MARIPOSA” E “LA PERSEGUIDA”, com os respectivos grupos: FALÁCIA/RJ, CIA. RÚSTICA/RS, AVE LOLA ESPAÇO DE CRIAÇÃO/PR E TEATRO VAGA MUNDO/RS. Além dos espetáculos também serão realizadas as ações formativas, com Oficinas e Pensamento Giratório. A programação será realizada nos meses de junho, setembro, outubro e novembro em diversos espaços em São Luís, Imperatriz, Açailândia, Itapecuru e Caxias.



Espetáculo “Amor Confesso”, com a Cia. Falácia/RJ


Sinopse: Amor Confesso é uma comédia onde os atores Claudia Ventura e Alexandre Dantas dão vida a quase trinta personagens de oito contos de Arthur Azevedo que falam dos encontros e desencontros do amor. Através da linguagem narrativa, transitando entre a contação e a vivência da própria história, usando apenas duas cadeiras e sendo acompanhados por um pianista, eles transformam o palco em salas de entrevistas, bondes, camarins, casas de vizinhas, etc, estabelecendo uma relação direta com o espectador, transformando-o em um espectador ativo, cúmplice da cena.
Ficha Técnica:
Autor: Arthur Azevedo
Direção: Inez Viana 
Elenco: Claudia Ventura e Alexandre Dantas 
Pianista: Roberto Bahal
Direção Musical: Marcelo Alonso Neves
Cenário e Figurino: Carlos Alberto Nunes
Iluminação: Paulo César Medeiros
Produção Executiva/Contrarregra: Christina Carvalho
Realização: cia.falácia
Classificação: 10 anos
Duração: 80 mim



Espetáculo “La Perseguida”, Teatro Vaga Mundo/RS


La Perseguida é um espetáculo para espaços alternativos criado a partir da figura do palhaço, tendo como fundamento a interação entre ator e público. 
Com números de “acrobacia”, “malabarismo”, “equilibrismo” e “música” o palhaço Rabito encanta a todos com sua potencial alegria. O espetáculo – criado a partir de números clássicos (gags) de grandes palhaços do circo, teatro e cinema - desperta através da figura do palhaço a criança em cada um de nós, trazendo à tona o prazer do contágio e do riso. 
No espetáculo, Rabito espera pelo seu grande amor, como uma metáfora para tudo aquilo que perseguimos na vida, metaforizados aqui na figura de uma mulher. Como todos nós, em meio à procura por um sentido maior, Rabito preenche-se de esperança. 
Ficha técnica: 
Direção: Gabriela Amado 
Texto/concepção: o grupo 
Elenco: Daniel Lucas 
Técnica de luz: Aline Carvalho
Técnica de som: Luise Scherer 
Classificação: livre
Duração: 60 mim



Espetáculo “O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só”, com a Cia. Rústica/RS


Sinopse: O espetáculo dá continuidade à investigação da linguagem festiva da Cia Rústica, que celebra a cena como estado de encontro. No palco-picadeiro, Heinz Limaverde transita por vários tipos do imaginário do circo, como a mulher-barbada, o mágico, a vedete, o cantor, o palhaço; além de expor sua própria persona. Escrito em parceria entre o ator e a diretora Patrícia Fagundes, a dramaturgia serve-se da estrutura polifônica do espetáculo circense , combinando o universal com o pessoal a partir de referências do circo e memórias e experiências do ator. Bem vindos ao circo-teatro sem lona da Cia Rústica. 
Ficha técnica: 
Texto: Heinz Limaverde e Patricia Fagundes 
Direção: Patricia Fagundes 
Elenco: Heinz Limaverde 
Iluminação: Lucca Simas 
Trilha Sonora: Simone Rasslan 
Classificação: 14anos
Duração: 65 mim


Espetáculo “O Malefício da Mariposa”, com o grupo Ave Lola Espaço de Criação/PR


“A comédia que vamos apresentar é humilde e inquietante, comédia rota, das que querem arranhar a lua e arranham o próprio coração”. 
Assim têm início uma aventura pelos meandros deste sentimento delicado e imenso, grande tema da literatura universal: o amor. Em O Malefício da Mariposa, Federico García Lorca utiliza a fábula para retratar a louca paixão de Curianito por uma misteriosa mariposa com a originalidade e profundidade de poucos. Em meio à atmosfera poética de um estranho jardim, ínfimas criaturas da natureza amam e sofrem de maneira muito parecida à nossa, seres humanos. 
Ficha técnica: 
Direção: Ana Rosa Genari Tezza 
Elenco: Alessandra Flores, Janine de Campos e Val Salles 
Sonoplastia: Ana Rosa Genari Tezza 
Iluminação: Rodrigo Ziolkowski 
Classificação: livre
Duração: 75 mim


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Fonte: Sesc/MA