24 de out de 2010

Momento Leituras Dramáticas. Foto: Marcos Gatinho

Texto: Mayara Moraes

A noite de sábado (23), da V Mostra Sesc Guajajara de Artes foi marcada por encenações na sede da Tapete Criações Cênicas e no Teatro João do Vale. A Tapete recebeu em sua sede às 19h e às 19h30 leituras em cena do projetoSesc dramaturgia com a direção de Ivy Faladeli e Marcos Dominice.

A primeira leitura foi extraída do livro “Carta aos atores”, e falou sobre quem é, e o que move um ator. Foi com naturalidade, como se não houvesse um público e como se fosse apenas uma conversa entre amigos, que os jovens atores entraram e saíram de cena. Logo após sob a direção de Marcos Dominice, vieram “Mau-olhado” do Teatro das sombras e “Vôo cego” do livro Simulações do naufrágio, encenando uma relação conturbada entre mãe e filha, provocando momentos de riso e tensão na platéia. As Leituras em cena continuam neste domingo (24), na sede da Tapete Criações Cênicas a partir das 18h, com direção de Luís Antônio Freire e Cássia Pires.
Mais tarde, às 20h no palco do Teatro João do Vale “Ingrid”, espetáculo solo do Palco Giratório inspirado no seqüestro da senadora colombiana Ingrid Betancourt, dirigido por Marcos Nunes e que tem a atriz Carolina Virguez como Ingrid. A peça que tem duração de uma hora fez o público refletir sobre o que a senadora e muitos outros seqüestrados viveram em cativeiro, a falta de notícias, a saudade dos familiares, os momentos de perda de esperança de resgate, o amor à pátria e o orgulho de ser colombiano.
Após o espetáculo a atriz Carolina Virguez declarou ter um carinho especial pela peça e enfatizou a importância do Projeto Palco Giratório, explicando que “o público tem a oportunidade de assistir espetáculos de vários gêneros