24 de out de 2010

Intervenções urbanas marcam a V Mostra Sesc Guajajara de Arte



Borboletas grafitadas em guardas-chuva no projeto Imaginautas. Foto: Ghuga Távora
 

Guarda-chuvas estilizados, pés gigantes colocados em terminais de integração, artistas realizando pinturas em seu próprio corpo. Essas são algumas das intervenções urbanas que fazem parte da programação paralela da V Mostra Sesc Guajajara de Arte que vai até a próxima sexta-feira. As intervenções servem como forma de expressão artísticas e também como princípios de arte-educação e comunicação cultural como é o caso da proposta do projeto Imaginautas, uma filosofia contemporânea de divulgação e desenvolvimento do fazer artístico.  Idealizado em 2007, pelo empreendedor cultural Ghuga Távora, o projeto Imaginauta possui vertentes em Recife, Salvador, São Luís, Belo Horizonte e Curitiba, o projeto se propõe a comunicar a arte mais direta, utilizando meios de comunicação com baixa complexidade. "O objetivo é desenvolver dispositivos de criação e estimular a arte em uma cultura aberta, uma mídia acessível".
Na V Mostra Sesc Guajajara de Arte, o grupo Imaginauta desenvolveu uma proposta com grafites que serve de ambientação do evento. Trata-se dos guarda-chuvas grafitados com borboletas realizados por Ghuga Távora, Edi Bruzaca, Ovni e Gudo, os trabalhos ficaram expostos no entorno do Sesc Deodoro nos dias que antecederam a Mostra e, durante os dias do evento, ainda apresentam duas intervenções "Com_Tato_Íntimo"  e "Quem dera ser um peixe"